Páginas

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Nova Friburgo Yetis tem conversas com Guilherme Picolé para a temporada do ano que vem

Picolé começou a carreira no Wolves em 2012
Com o crescimento da LiFFA, certamente, o mercado começa a se agitar mais e a cada ano fica mais forte. Agora sem a participação do Petrópolis Wolves nas competições da organização, o Nova Friburgo Yetis foi atrás do DE Guilherme Flutt, o Picolé. O jogador já demonstrou interesse e mesmo o trajeto de mais de duas horas na estrada não o desanima; o head coach Bernardo Scofano admite as conversas, mas acredita que o acordo ainda não saia nas próximas semanas.

Guilherme Picolé começou sua carreira no Petrópolis Wolves em 2012, indo ao Botafogo F.A em 2013, onde começou uma forte amizade com Bernardo Scofano. Em 2014, por contusões, ele só atuou em duas partidas pelos Lobos da Serra, assim como em 2015, sua participação foi limitada. Mas, mesmo assim, o atleta deixa claro sua intenção de ir para a equipe friburguense:

"Confesso que sempre fui um simpatizante do Yetis. Sou fã do Bernardo, é um cara sensacional e um grande head coach, além de ser um amigão que o futebol americano me deu. No período em que joguei no Botafogo, ele foi meu grande amigo lá dentro. Além disso tenho muitos amigos em Friburgo, acho a galera de lá muito animada. Falei com Scof após o jogo contra o Get Eagles e ele simplesmente abriu as portas para mim. A viagem é longa, eu namoro a distância e isso pode atrapalhar também. Mas, o interesse em integrar o elenco azul ano que vem é enorme, espero poder conciliar tudo para poder reforçar o time." - avaliou, Picolé.