Páginas

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

LiFFA já conhece os candidatos ao torneio No Pads em 2016

O ano de 2015 ainda não terminou, mas já tem muito time pensando na próxima temporada. Antes de tudo é importante saber que haverão duas "LiFFAs": uma Full-Pads e outra No-Pads. E com a movimentação das equipes, já há um esboço de quem vai jogar sem equipamentos no primeiro semestre. 

Conheça os times que devem figurar nos campos fluminenses em 2016:
Esse são os dez times que querem ir à LiFFA em 2016 
Na divisão Sul, em ordem: o Angra Destroyers, Gaditas F.A, Duques F.A, Blaze F.A e São Gonçalo Shadows; na divisão Norte, ordenadamente: Juiz de Fora Mamutes-MG, Itaperuna Blackstones, Goytacá Indians, Rio das Ostras Warriors e Juiz de Fora Red Fox-MG.

O Itaipuaçu Krakens, por ter cometido dois WOs nesta edição do torneio, está sob julgamento para saber se poderá jogar ano que vem, já que com essas duas derrotas o time é desqualificado da Liga; o Valença Hunters está em stand by por causa da organização e elenco. Se estiver em condições, entra. 

A LiFFA não impôs nenhuma obrigatoriedade diferente da usual: realizar um jogo dentro e outro fora de casa - válidos pela pré-LiFFA. A organização das equipes em ambos os duelos é critério de avaliação. Vale lembrar que Blaze F.A, Goytacá Indians e Rio das Ostras Warriors, por já serem componentes da entidade, não precisam realizar os tópicos acima.

Conheça um pouquinho de cada time: 

Angra Destroyers: equipe que já figura no cenário estadual há algum tempo, só que nas areias do Sul do Estado. O time perdeu de 9 a 0 para o Blaze F.A no fim de novembro.

Gaditas F.A: elenco campeão do Torneio Friends em 2015. Seu quarterback é o lendário 'RodriManning'. Clube oriundo da areia e, em 2014, junto do Destroyers formaram o Costa Verde Ducks, que tentou entrar na LiFFA, fazendo um amistoso contra o Volta Redonda Falcons. Eles se estabelecem em Mangaratiba, na Costa Verde .

Duques F.A: equipe com não mais de um ano e situada em Duque de Caxias, cidade colada com a capital. Ficaram na última colocação do Torneio Friends deste ano. Seu quarterback é Drake Stockler. Já perderam um amistoso por W.O para o Juiz de Fora Mamutes e, em outubro, foram derrotados pelo São Gonçalo Shadows por 18 a 06.

Blaze F.A: sexto colocado na LiFFA 2015, logo em sua temporada de iniciante. Com um elenco que tem muito futuro, os 'Grosseiros' já são os candidatos ao título desta edição. Eles possuem no elenco o RB Michel Sodré - Melhor Jogador Ofensivo, Atleta Revelação e corredor selecionado para a SeleLiFFA -, além de outro três jogadores na Seleção do Campeonato. O time fica em Bangu, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro.

São Gonçalo Shadows: ao lado de Niterói e com alguns ex-atletas dos Federals engrandecendo o elenco, a equipe faz um esforço muito grande para evoluir. Alguns treinamentos já foram passados por atletas do Vasco da Gama Patriotas. Em campo, eles já venceram o Duques F.A, em casa. Time interessante para se assistir.

Juiz de Fora Mamutes: os mineiros de Juiz de Fora querem entrar na LiFFA e, pelo menos fora de campo, eles dão um show. Difícil avaliar um elenco em seu primeiro jogo e contra o modesto Valença Hunters; realizaram o clássico da cidade contra o Red Fox, após o Itaperuna Black Stones deixar as raposas sem adversário um dia antes do amistoso. O Mamutes perdeu por 15 a 6. O material humano deles é muito forte para um futuro próximo.

A cidade fica ao lado de Três Rios e Petrópolis.

Itaperuna Black Stones: voltando às atividades da LiFFA após ficar fora em 2013 e 2014, depois de ser vice-campeão em 2012. Agora, o time é dirigido pelo head coach Leozão, ex-center da equipe. Essa é a hora pro tradicional BS se reerguer e mostrar que foi tudo uma fase ruim. Eles mandam seus jogos no Norte do estado.

Goytacá Indians: o time foi mal em seu primeiro ano, tendo WOs e derrotas por larga vantagem. Tem um elenco com futuro e tem tudo pra figurar no alto da tabela.

Rio das Ostras Warriors: se conseguir recrutar os bons atletas da cidade, acredito que podem ser campeões. A equipe ficou nas últimas colocações da LiFFA 2015, em seu ano de estreia. Destaco o WR Mondaini como o melhor atleta de ataque. Seus jogos são realizados no estádio do Palmital, na Região dos Lagos.

Juiz de Fora Red Fox: na história recente, o time foi campeão do Viçosa Bowl, batendo o UFF-Niterói Federals - semifinalista da LiFFA 15 - na final. A equipe tem muita qualidade e, junto do Blaze, deve dominar a divisão. Isso pelo que sei. O bom é que teremos um clássico oficial entre Mamutes e Raposas. Isso será demais. 

Curtinhas:

Guloso: 

O Macaé Oilers estaria pensando em disputar a LiFFA No Pads e a Full-Pads. Mas o Patrick Ribeiro, organizador do Oilers, afirmou que não há essa possibilidade e que o objetivo do time, um dia, é chegar ao Torneio Touchdown, mas sem pular etapas.