Páginas

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

VR Falcons recebe Blaze F.A pelo Wild Card

O Sul do estado recebe no próximo domingo (1), a outra perna do Wild Card. Desse lado, o Volta Redonda Falcons (3º com 4-1-1) recebe o Blaze F.A (6º com 3-3), no Campo do Flamenguinho, às 14h. Se vencer, os 'Guerreiros da Curva do Rio' carimbam sua passagem para Niterói; o Blaze duela contra o RJ Islanders se triunfar na 'Cidade do Aço'.

Esse é o segundo jogo entre os times no ano (foto: FB/Falcons)
Assim como Macaé Oilers e Andorinhas F.A, Falcons e Blaze se enfrentaram na temporada regular e deu Volta Redonda por 42 a 12, em VR. Agora, o jogo vale muito mais, só que os times são praticamente os mesmos. Tirando a parte que os mandantes não possuem mais no elenco os ótimos QB Bruno Monção, RB Diego Soares, TE Fábio Yaegashi e o DE Douglas 'Cachorro Louco'.


Pra se ter ciência da dificuldade do Blaze F.A contra times considerados fortes vamos à estatística:

Contra times com mais vitórias do que derrotas: 0 vitória e 3 derrotas - 26 pontos feitos e 101 sofridos;
Contra times com mais derrotas do que vitórias: 3 vitórias e 0 derrota - 57 pontos feitos e 12 sofridos.

O que esperar do jogo?

A gente precisa ser realista quanto ao nível dos times. Enquanto o Falcons teve 180 pessoas em um Try-out e possui treinos lotados, o Blaze sofre com os problemas da parte de baixo da tabela: elenco inexperiente, treinos nem tão cheios. Mas sobra raça nos componentes.

O ataque de Volta Redonda é variado. Agora, com Felipe, corridas serão necessárias para não sobrecarregar o menino. Eu não queria meu lançador de 19 anos soltando 42 passes num jogo. Lucas Giatti será a principal peça pelo chão. Nem sei por onde anda o RB Guilherme Sargento, sensação da pré-temporada. Saudades, corredor com cara de Michael Vick. 

Ao contrário do que parece, a defesa do Blaze F.A é forte. Pode até pressionar o QB, parar algumas corridas, mas se o elenco for reduzido. As chances de vitória serão proporcionais. O que digo é apenas uma situação racional, nada de parcialidade, nesse caso. 

Sem João Adolpho fora da temporada, o WR Iago Zerbone foi o destaque da geração 2015 dos Falcons. O garoto teve até partida com três touchdowns. Quero ver Carlos Leal em ação. Só o vi uma vez, contra o RO Warriors e gostei. Outro bom atleta é o WR do Flamengo F.A, Arthur Barcelos. O dono da camisa 13 já foi decisivo na temporada e desenvolveu muito o seu estilo de jogo. Tá bem demais.

O Blaze F.A vai depender mais do que nunca do RB Michel Sodré. Esquece tudo que você já ouviu falar de um atleta que move um time. O corredor é candidato forte à revelação do campeonato e pode ganhar um jogo sozinho, mas vai ser difícil. Ele vai precisar ter uns 42 toques na bola e com uma média de quase cinco jardas por tentativa - sem turnovers. 

O jogo aéreo do Blaze é praticamente inexistente. Se eu tivesse um grupo estruturado defensivamente, eu jogava em Cover 3 e deixava o box com oito. Só quem salva pelo ar é o TE Tubarão. Gordinho mas recebe passes, foi difícil até pro Islanders segurá-lo.

Os visitantes que vem de Bangu não tem um QB definido, na verdade, até tem, mas o carequinha Ronaldy Vieira não tem ido aos jogos por causas profissionais. Diogo Derel foi a opção mais viável, só que ainda se faz inexperiente e com uma linha...

A linha ofensiva do Blaze não joga nem em zona e nem em ângulo. Há um pouco de desorganização no setor, mas ainda sim já vi alguns bons momentos com impulsão para Sodré. A melhor parte da linha é o meio, apesar de tudo. Guilherme 'Farofa' é center improvisado, mas não vi vazar o meio em dois três jogos que assisti dele.

Matchups interessantes:

Michel Sodré x Defesa dos Falcons:

Esse duelo é o termômetro. Se Sodré for bem e deixar o ataque em campo, ótimo. Senão, o negócio complica. Vai ser difícil passar das 100 jardas aéreas, sejamos sinceros. 

Iago Zerbone x Secundária do Blaze:

Vi pouco desse jogador, mas quem me falou dele tem crédito na casa. Jogando muito e em alto nível, Iago é o cara da bola de segurança agora. A novidade a partir de agora é que ele ou qualquer outro atleta que fizer touchdown a partir de agora ganha matéria e pede música.

Trincheiras: ataque Falcons x defesa Blaze:

Quero ver esse duelo, principalmente do lado esquerdo, no lado cego. O LT Guilherme Paiva fez bons e maus jogos durante o ano. Ficará de frente pro LB Jimmy, uma das promessas pro futuro próximo do Blaze. No meio da linha, queria e quero ver O DT 'Shakilla' contra os C e G Igor Reis e Vinicius 'Badu' - que se recupera de contusão. Ele é muito forte e já fez estragos durante o ano.

Sem palpite, pois arbitro o duelo.