Páginas

quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Guia dos Playoffs - LiFFA 2015

Depois de muitos jogos, boas surpresas e decepções, sem falar dos destaques individuais, a temporada da LiFFA já vai chegando à reta final e restaram os seis melhores times da competição. Os Playoffs começam no dia 1 de novembro com o Wild Card e encerra o ano em 6 de dezembro, na casa do melhor finalista. Nessa reportagem você vai conhecer os classificados, os jogos, os possíveis duelos e as previsões do Blog para essa fase:

Os Playoffs:

Para quem acompanha futebol americano profissional sabe que os Playoffs da NFL acontecem com seis times em cada conferência e o campeão da Nacional e da Americana realizam o Super Bowl. Na LiFFA, é, basicamente, uma conferência, mas com o mesmo formato dos americanos, e para quem não sabe como é a National Football League, o sistema é o mesmo:

Seis times se classificaram - dois primeiros folgam, os outros quatro fazem o Wild Card (repescagem).

O RJ Islanders (1º) - líder do Grupo A - e o UFF-Niterói Federals (2º) - líder do Grupo B - aguardam os adversários - os cariocas pegam o pior classificado, os 'Nerds' enfrentam os melhores classificados. Com isso, o VR Falcons, terceiro colocado geral, enfrenta o  Blaze F.A (6º), restando o quarto duelar contra o quinto, Macaé Oilers e Andorinhas F.A, respectivamente. Entenda na imagem:



Os classificados:

1º colocado - Rio de Janeiro Islanders (6-0) 

Melhor ataque com 227 pontos feitos; 2ª pior defesa da competição com 130 pontos sofridos

O que a equipe de Vavo Calvet pode instituir na LiFFA é um legado. Novamente os Insulanos terminaram a temporada regular invictos, ou seja, é uma sequência de 12 jogos invictos (incluindo Playoffs) no Estadual desde 2014. Além disso, terão mando de campo até a final, caso cheguem lá. Veja a campanha de seis triunfos do RJ Islanders:



1ª rodada - vs Volta Redonda Falcons (C) - 21 x 19
2ª rodada - vs Rio das Ostras Warriors (F) - 62 x 13
3ª rodada - vs Andorinhas F.A (C) - 19 x 18
4ª rodada - vs Macaé Oilers (F) - 28 x 23
5ª rodada - vs Blaze F.A (F) - 47 x 12
6ª rodada - vs Federals (C) - 50 x 45 

2º colocado - UFF-Niterói Federals (4-2)

4º melhor ataque da competição com 114 pontos feitos; 4ª pior defesa da competição com 99 pontos sofridos.

Se o ataque avança e a defesa destrói, esse ano os Federals fizeram justiça ao seu grito de guerra. De uma terceira colocação na fase regular de 2014, para a segunda colocação, fazendo um jogo duro contra o melhor time da competição, o caminho foi longo. No primeiro semestre, Niterói perdeu seu Head Coach, mas isso não pareceu afetar o grupo que conquistou um 4-2, desbancando o favorito e atual vice-campeão Macaé Oilers, tanto na tabela, quanto no campo. Veja  o caminho dos Federals até a folga na primeira rodada:

1ª rodada - vs Goytacá Indians (F) - 21 x 7
2ª rodada - vs Itaipuaçu Krakens (C) - 18 x 6
3ª rodada - vs Volta Redonda Falcons (C) - 0 x 23
4ª rodada - vs Petrópolis Wolves (F) - 16 x 6
5ª rodada - vs Macaé Oilers (C) - 14 x 7
6ª rodada - vs RJ Islanders (F) - 45 x 50

3º colocado - Volta Redonda Falcons (4-1-1)

2º melhor ataque com 185 pontos feitos; Melhor defesa do torneio com 43 pontos sofridos.

Após um inicio com um empate e uma derrota, os Falcons emplacaram uma sequência de quatro bons resultados e conquistaram a segunda posição do Grupo A - terceira no geral. O QB Felipe Santos que já foi titular em alguns momentos será o starter até o fim da temporada, isso se dá pelo fato de Bruno Monção e mais alguns fundadores deixarem o time. Acredito que o elenco tenha se enfraquecido - natural, mas estará presente na semifinal - falo disso depois. Veja o rumo que trouxe os Falcons ao Wild Card:



1ª rodada - vs RJ Islanders (F) - 19 x 21
2ª rodada - vs Andorinhas F.A (C) - 10 x 10
3ª rodada - vs UFF-Niterói Federals (F) - 23 x 0
4ª rodada - vs Blaze F.A (C) - 42 x 12
5ª rodada - vs Rio das Ostras Warriors (F) - 91 x 0 (maior goleada da história da LiFFA)
6ª rodada - vs Itaipuaçu Krakens (C) - 49 x 0 (vitória por W.O)

4º colocado - Macaé Oilers (4-2)

3º melhor ataque da competição com 158 pontos feitos; 3ª melhor defesa da competição com 61 pontos sofridos.

Candidato ao título e reforçado, o Macaé Oilers vinha com tudo, até seu QB Gabriel Lázaro ser diagnosticado com um cisto na cabeça e perder o resto da temporada. Seu reserva era o até então desativado Thiago 'Vovô' que de forma hercúlea se preparou para manter o time em alto nível. A derrota para os Federals deu a vantagem para o adversário no confronto direto e, sendo assim, ficaram com a segunda posição do Grupo B. Pra apimentar a história, 'Vovô' teve uma entorse no joelho ao comemorar um two-point conversion com Patrick Ribeiro, contra o Petrópolis Wolves, no último desafio. Se ele não se recuperar ou tiver seu jogo prejudicado por conta da contusão, o WR Bruno Oliveira assume a posição atrás do center. Confira a temporada dos petroleiros até aqui:

1ª rodada - vs Itaipuaçu Krakens (F) - 28 x 13
2ª rodada - vs Petrópolis Wolves (C) - 30 x 0
3ª rodada - vs Goytacá Indians (C) - 49 x 6
4ª rodada - vs RJ Islanders (C) - 23 x 28
5ª rodada - vs UFF-Niterói Federals (F) - 7 x 14
6ª rodada - vs Andorinhas F.A (F) - 21 x 0 

5º colocado - Andorinhas F.A (3-2-1)

5º melhor ataque da competição com 84 pontos feitos; 2ª melhor defesa com 54 pontos sofridos.

Reforçado, bem estruturado e bem treinado, essas são as definições do Andorinhas F.A. No fim de 2014, a equipe trouxe o consagrado QB Edgard Monteiro - que dividiu snaps com o consistente Bernardo. Os DLs do Flamengo F.A Eduardo 'Bola' e Vinicius Farnum trouxeram uma outra vida pra defesa. O Andorinhas fez jogo duro com todo mundo que briga pelo título, mas sucumbiu, exceto no empate com os Falcons. O time é ótimo, mas vai precisar do clutch, do poder de decisão. Veja o caminho dos Blackbirds na temporada regular:

1ª rodada - vs Blaze F.A (C) - 14 x 2
2ª rodada - vs Volta Redonda Falcons (F) - 10 x 10
3ª rodada - vs RJ Islanders (F) -  18 x 19
4ª rodada - vs Rio das Ostras Warriors (C) - 49 x 0 (vitória por W.O)
5ª rodada - vs Itaipuaçu Krakens (F) - 42 x 2 
6ª rodada - vs Macaé Oilers - 0 x 21

6º colocado - Blaze F.A (3-3)

4º pior ataque da competição com 83 pontos feitos; 3ª pior defesa da competição com 115 pontos sofridos.

Quem vê o Blaze com a última vaga pode até achar que só estão ai para cumprir tabela, mas se notar os outros times do campeonato, é o que mais merece estar ai. Acho que a vaga ficou entre eles e o Petrópolis Wolves, a justiça se fez no confronto direto. Com um ataque muito dependente de Michel Sodré - candidato à revelação do torneio -, os 'Grosseiros' possuem um defesa arrumadinha, só que não creio em vê-los na próxima fase. Durante a temporada regular, eles chegaram a liderar o Grupo A. Olhando pro seu retrospecto chegamos em um veredito: venceu quem deveria vencer e perdeu pra quem deveria perder. Veja:

1ª rodada - vs Andorinhas F.A (F)  - 2 x 14
2ª rodada - vs Goytacá Indians (F) - 19 x 0
3ª rodada - vs Rio das Ostras Warriors (C) - 22 x 0
4ª rodada - vs Volta Redonda Falcons (F) - 12 x 42
5ª rodada - vs RJ Islanders (C) - 12 x 47
6ª rodada - vs Petrópolis Wolves (C) - 12 x 16

Projeções do Blog

Todo mundo acha alguma coisa de tudo, então, com os Playoffs da LiFFA, o Blog não vai deixar de fazer as projeções dos Playoffs, então vamos lá:

A partir de 1 de novembro começam os Playoffs com o Wild Card; e temos duas partidas:

 (3) VR Falcons x Blaze F.A (6) - em Volta Redonda, no Sul do estado;
 (4) Macaé Oilers x Andorinhas F.A (5) - em Macaé, no Norte do estado;

A primeira partida pra 95% da LiFFA - os 5% são do Blaze F.A - apostam em uma vitória do Volta Redonda Falcons. Os times estão em níveis diferentes, possuem estilos de jogos diferentes: os Falcons são organizados; o Blaze F.A estão em construção de uma identidade dentro de campo. 

Avança: VR Falcons - automaticamente enfrenta os Federals por ter a melhor campanha dos times de Wild Card.

Em Macaé, os Oilers duelam contra o Andorinhas. Partida que aconteceu na fase regular com vitória dos 'Petroleiros', mas em Magé. Com o mando invertido, eu creio que a história seja diferente também. Macaé me pareceu um time com poder de fogo menor do que em 2014. Eu achei que atropelariam o Wolves, mas tiveram alguns erros. Acho que se o jogo chegar apertado no fim, o Oilers vence, mas minha aposta dessa vez são os Black Birds - pelo simples fato de eles, agora, conhecerem um pouco mais do adversário.

Avança: Andorinhas F.A - por ser o pior classificado, eles enfrentam o RJ Islanders.

Ou seja, em 15 de novembro, as semifinais, na minha concepção, serão:

(1) RJ Islanders x Andorinhas F.A (5) - na Ilha do Governador, Rio de Janeiro.
(2) UFF-Niterói Federals x Volta Redonda Falcons (3) - em Niterói.

Na partida dos Islanders, eu acho que não vai ter como a vitória fugir deles, a não ser que o Andorinhas venha com um espírito de campeão depois da partida contra o Macaé. O último jogo entre os dois foi decidido em um ponto, o que deve acontecer de novo, ou perto disso. 

Avança: RJ Islanders - fazendo a final em casa.

No segundo jogo da semifinal, outra partida que aconteceu na temporada regular vai acontecer de novo e no mesmo lugar. A questão agora são atores um pouco diferentes. Quando os Falcons bateram os Federals, no Campus da UFF, Monção era o quarterback, Fábio 'Japa' Yaegashi era o tight end e o corredor que comeu a bola foi Diego Soares - nenhum deles está mais com o time. Ou seja, mudam algumas coisas, isso é inevitável; no lado dos Federals, a confiança de bater de frente contra o RJ Islanders e o equilíbrio encontrado me fazem crer que vão a final, só que o motivador Marcelo Arantes e o motivacional que VR traz é diferente, coisa de time copeiro. 

Avança: Volta Redonda Falcons 

Final acontece em 6 de dezembro e eu acho que a final será:

(1) RJ Islanders x Volta Redonda Falcons (3) - na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro.

Como a vida é, não é mesmo? Da forma que o campeonato começou, ele termina. Errado, Seu Cohen. As situações que se assemelham são: esse foi o jogo de abertura, os times, obviamente, são os mesmos, o local, certamente, será o mesmo. Mas o resultado, acredito eu, que seja um pouco diferente.

Sem compromissos com o Torneio Touchdown a partir de 8 de novembro, o TE Paulo Abrantes e o WR Rodrigo Nunes voltam aos Insulanos para ajudar o time a ser campeão. O QB Vavo Calvet já admitiu sentir falta deles. Ou seja, a parte ofensiva ganha dois baita reforços, mas a defesa de Volta Redonda é muito boa, assim como a dos cariocas. Do que importa analisar? Cravo que será um jogo de extremos, ou de poucos pontos, ou de alternância de placar e um número elástico no marcador como foi Islanders e Federals. Quem vai aparecer nesse jogo é o menino de 19 anos, franzino, cara de assustado, só que com uma personalidade que eu acho que todo mundo com essa idade deveria ter. Talvez não seja personalidade, mas, sim, confiança. Felipe Santos vai jogar como um MVP. Não sou Ray Lewis, não tive um sonho, Deus não falou comigo, mas pelo que vi, pelo que ouvi, pelo que notei, pra ser Rei, não precisa ser velho.

Campeão: Volta Redonda Falcons

Que os jogos comecem. Bons Playoffs!