Páginas

terça-feira, 20 de outubro de 2015

Macaé Oilers bate Wolves e se classifica para os Playoffs na segunda posição do Grupo B

Com uma tarde de domingo (18) nublada em Macaé, o time da casa, os Oilers (4-2), bateram o Petrópolis Wolves (2-4) por 30 a 0 e se classificaram para os Playoffs, já que a partida definiria a última vaga para a pós-temporada. Agora, o Macaé Oilers enfrenta o Andorinhas F.A pelo Wild Card, em casa; o Wolves, eliminado, monta sua temporada de 2016.

Antes de tudo, o placar reflete parcialmente o que foi o jogo. A defesa do Wolves jogou muito bem: forçou fumbles, interceptações e tackles para perda de jardas, só que algumas jogadas entraram e se tornaram pontuações; o seu zero no placar mostra a deficiência em produzir pontos. Ou seja, Macaé foi superior, pois é muito organizado e teu um elenco encaixadinho. E merecem essa vaga muito mais do que os petropolitanos.

Bom, nas pontuações, o RB 'Bahia', dos Oilers e ex-Vitória F.A, marcou duas vezes. O FB Diogo e o FB/DE Patrick Ribeiro também entraram na end zone. Daniel Antunes converteu dois extra points e Vovô lançou um two-point para Patrick. Na defesa, o LB Porto forçou um safety.

Análise:

Macaé Oilers (4-2):

Bom time esse do Oilers, mas sem o QB Gabriel Lázaro - fora da temporada com um cisto - o time parece com um poder de fogo menor. Thiago 'Vovô' foi bem, fez rollouts, bons passes, boas leituras e chamadas inteligentes, mas não é mais um jovem e está se preparando há pouco tempo. Pra piorar, após comemorar uma pontuação com Patrick, o velhinho torceu o joelho. O WR Bruno Oliveira foi improvisado como quarterback.

Pelo chão, 'Bahia' teve um bom jogo, principalmente em jogadas de Toss. Ele me deixou um pouco decepcionado como revelação do campeonato, ainda mais por ter sofrido um fumble ridículo e em alguns handoffs quase ter deixado a bola escapar. Outros destaques pelo chão foram Patrick Ribeiro e Diogo Coelho. Ambos forçaram as corridas pelo meio. Com o bom trabalho da OL, o time ganhou muitas jardas terrestres.

Pelo ar, o WR Igor Rodrigues foi o melhor recebedor, conquistando até uma primeira descida em 3rd & 18! Bruno Oliveira foi mal, não agradou e digo mais: Cacarlos do Andorinhas assumiu o posto de melhor recebedor da Liga. Cravei.

A linha ofensiva foi monstruosa. Artini não é muito bom, mas tem muita noção de jogo, fecha e abre gaps. Uma curiosidade é o espaçamento da linha ofensiva: pensado - coisa rara na LiFFA. Gostei do Center Maury, mas meus destaques vão pros tackles Ivo Henrique e Erick Souto. Que evolução deles, disparadamente os melhores jogadores da linha.

Na DL, o DE Dalmo Mendonça foi muito bem. Sempre entrando fácil pela desorganizada linha ofensiva do Wolves. O camisa 78 ainda defletou um passe; Patrick Ribeiro conseguiu um sack, mas pro adversário do dia, eu esperava mais, muito mais.

No corpo de linebackers não consegui fazer avaliação; na secundária eu gostei das atuações de 'Bugão' e Gustavo Ribeiro. Além deles, Augusto fez um jogo decente como free safety. Os recebedores do Wolves pouco fizeram nesse setor.

Petrópolis Wolves (2-4):

Se há algo que podemos dizer que o Wolves pode agradecer é de ter dois quarterbacks jovens que se interessam pelo jogo, o levam a sério e a cada dia aprendem mais. Agradeço todo dia por existir Conrado e Murilo como quaterbacks. Confio nos dois. Espero que eles tenham uma linha ofensiva estável no futuro. Assim poderão desempenhar um bom papel.

Andrew e Antonio são bons running backs. Mostraram isso no jogo em que possuiam uma linha ofensiva. Eles são bons jogadores pro futuro da Liga.

No corpo de WRs, apesar do fumble, Wallace 'Molico' foi o melhor recebedor da partida. Deu trabalho, mas não foi o suficiente. Agradeço por ele ter voltado às origens jogando de cornerback. Foi divertido.

A linha ofensiva é desorganizada, não é ruim. Cabral é um jovem tackle que está em sua primeira temporada, mas precisa adquirir um pouco mais de coragem; William Cesár é um guard com um potencial incrível, provável que esteja voando em 2016; Claudio Alves em seu segundo jogo como center levou a bola da partida, não só pela atuação, mas ele é o cara que manteve o Wolves vivo quando respirava por aparelhos. Obrigado, presida; Os irmãos Bento são os que quero ver no futuro Full-Pads, não consigo avaliá-los, mas ontem não foram bem.

Na DL, o Wolves foi com apenas um homem de ofício e colocou Pedro Augusto (LB) e Macleyver (CB) como jogadores de pass rush. Ainda conseguiram adentrar em alguns gaps e fazer uma pressão.

Falando da defesa, o melhor jogador ontem foi o CB Macleyver Ribeiro. Ainda faço campanha para que votem nele como melhor defensor do campeonato. É o primeiro ano dele na posição e o jogador conseguiu tackles for loss, duas interceptações - uma contra o Oilers -, forçou o fumble no RB 'Bahia' e é um cara de uma vontade de vencer indescritível.

Sobre o Wolves:

Agora vou falar em nós. Sou Wolves desde 2012 e nunca vi essas coisa acontecerem. Éramos temidos, fortes, tínhamos jogadores de destaque na Liga e agora? Vivemos um cata-cata muito triste. Novamente, agradeço muito a vida de Claudio, nosso presidente. Ele manteve nosso sonho vivo, fez de tudo pelo Wolves. E se a Liga o vê como um cara mau, um cara ranzinza, não consigo descrever a bondade que esse homem tem.

Só não fomos como Warriors, Indians e Krakens pelo simples fato de possuirmos mais experiência.