Páginas

sábado, 2 de julho de 2016

Dois jogos fecham primeira rodada da LiFFA

Tá acontecendo! A célebre frase que hoje rodeia a internet diz tudo sobre o que queremos transmitir sobre a LiFFA Full-Pads. E para fechar a primeira rodada do Estadual tem rodada dupla, nesse domingo (3), às 14h: em Volta Redonda, os Falcons recebem o Teresópolis Rockers, na Escola Técnica Pandiá Calógeras; em Magé, os Barões fazem sua estreia oficial recebendo o vitorioso Rio de Janeiro Islanders, no Sport Clube Palmeiras.

Duelos encerram a primeira rodada (foto: LiFFA)
Sobre Volta Redonda Falcons x Teresópolis Rockers

Assim como todos os jogos desse torneio, a promessa é de equilíbrio. Vejo um Volta Redonda muito motivado com a vitória no Raulino, mas, como disse anteriormente, não acho que vão conseguir dar a volta por cima em 15 pontos em todas as partidas. O QB Lucas Fonseca mostrou sim que tem capacidade técnica e de liderança para levar os Falcons a outro patamar. Sem o RB Guilherme Sargento, as investidas terrestres ficam pelo RB Giovani. 

O Teresópolis Rockers volta a disputar uma partida da LiFFA. Seu último compromisso com a organização foi contra esse mesmo Volta Redonda, em 2014, também na Cidade do Aço. Agora recheado de atletas rubro-negros, os primeiros campeões voltam a ter o favoritismo do título. Além da tradição de ter o primeiro vencedor do torneio, a Liga volta a ver os Rockers atuando de vermelho e preto - cores usadas de 2010 até parte de 2012.

Palpite: Volta Redonda Falcons 16 x 21 Teresópolis Rockers

Sobre Magé Barões x Rio de Janeiro Islanders

Esse é um jogo ótimo para quem não sabe o que esperar dos dois times.

O Magé Barões agora é liderado em campo pelo QB Roni Rodrigues - também Vasco Patriotas. O ataque terrestre tem dois monstros: Anderson Lynch e Michel Sodré - ambos foram destaques na LiFFA 2015. Extremamente fortalecido e com novos atletas, essa é a melhor geração da baixada. Se tudo que o HC Piter Damacino pensa for colocado em prática, há uma grande probabilidade dos Barões chegarem à uma final.

Quem me parece enfraquecido é o Rio de Janeiro Islanders. O time ganhou muitos jogos na experiência que adquiriram na areia, mas agora o passo é grande. A perda de atletas como Paulo Abrantes e Rodrigo Nunes para o Botafogo pode ser um baque no ataque. Mas com uma manutenção na linha ofensiva e um RB Léo Farah inspirado, pode dar certo.

Palpite: Magé Barões 31 x 13 Rio de Janeiro Islanders

No domingo (26), válida pela primeira semana, abrindo os trabalhos da competição, o Macaé Oilers derrotou o Botafogo Reptiles por 7 a 6, no Moacyrzão. Os macaenses vão completar nove meses sem perder um jogo oficial.