Páginas

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Nova Friburgo Yetis estreia na LiFFA em clássico contra o Teresópolis Rockers

Quando o futebol americano começou no interior do Rio de Janeiro, tudo era diferente. Mas quem já estava em plena atividade eram Teresópolis Rockers (1-0) e Nova Friburgo Yetis (0-0). O tempo passou, muita coisa mudou - e equipou -, mas, nesse domingo (17), as equipes voltam a se encontrar após três anos, agora, em Teresópolis, às 14h, no Campo do Várzea FC. O duelo marca a abertura da segunda rodada e a estreia dos friburguenses na competição, já que folgaram na primeira semana.

Esse será o primeiro duelo entre os times desde 2013 (foto: Divulgação/LiFFA)
Como disse, está tudo diferente desde o último encontro em 2013, onde os Yetis venceram os Rockers por 27 a 20, em casa. Na ocasião, os Rockers perdiam por larga vantagem, mas em um show do QB Edgard Monteiro, os teresopolitanos encostaram no placar, mas os Homens de Gelo tornaram a marcar dando números finais ao duelo.

Dessa vez, o jogo é em Teresópolis, além disso, os elencos possuem muitas mudanças desde então, só que alguns ficaram: nos Rockers há atletas lendários como o TE Carlos "Biscoito", o LB Guilherme Pica-Pau, o CB Bernardo Bonifácio, entre outros; os Yetis contam com uma imensa lista de remanescentes como o, hoje, TE Hiago Silva, o DL Daniel Moura, o DL Julins, o SS Japão, entre vários outros. O cenário é todo novo, já que a base dos Rockers, hoje, é o Flamengo Futebol Americano e os Yetis constituíram o elenco com friburguenses, além de outros que vieram da Região dos Lagos.

Quem for ao estádio do Várzea vai poder conferir equilíbrio. Ambos são equipes bem treinadas com um plano de jogo bem definido e jogadores que fazem a diferença. Como quarterbacks, o Teresópolis Rockers está bem servido com o jovem Matheus do Valle e o veterano Fábio Lau; os Yetis vem com o segundo anista na posição de lançador, Henri Araújo. Por não haver material de estudo suficiente sobre ambas as equipes, certamente, o inicio será bem estudado e cauteloso.