Páginas

segunda-feira, 30 de maio de 2016

Volta Redonda Falcons realiza amistoso no Raulino contra Nova Friburgo e promessa de super produção

Raulino na Final da LiFFA (foto: Ayanne Carvalho)
Depois de ser a final da Liga Fluminense de Futebol Americano em 2015, o Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, será o palco de mais um grande evento, agora, o primeiro na categoria Full-Pads. No domingo, 19 de junho, às 16h, o VR Falcons recebe o Nova Friburgo Yetis em um amistoso que tem promessa de grande produção por parte da organização e um duelo muito equilibrado dentro das quatro linhas. O confronto foi remarcado para a tarde dominical, pois no sábado (18) acontecerá, pela segunda rodada do Brasileirão da Série D, às 16h, no mesmo estádio, a partida entre o Voltaço e URT-MG.
A organização disse pouco do que haverá no estádio no dia 19, mas já há atrações confirmadas, confira os horários atualizados:

- 11h: Tailgate-  O tradicional pré-jogo com bastante comida e cerveja está garantido. Haverão alguns Food Trucks em uma das ruas do lado de fora do estádio para quem quiser aquecer em grande estilo;
- 13h: Preliminar - Buscando fortalecer o esporte na região, uma partida antecede o duelo principal. O Valença Hunters mede força com o Barra Mansa Sloths, em amistoso da categoria No Pads.

- 16h: Amistoso - Volta Redonda Falcons x Nova Fribugo Yetis.

Há um esforço muito grande para trazer outras atrações, mas todos os grandes passos para este duelo estão sob sigilo da diretoria do Volta Redonda Falcons.

O Estádio Raulino de Oliveira será pela segunda vez a casa do futebol americano no Sul Fluminense. Em dezembro do ano passado, o Macaé Oilers sagrou-se campeão estadual contra o time da casa, os Falcons. Agora, a equipe do Vale do Aço repete a dose junto à Prefeitura de Volta Redonda, que gostou do que viu na finalíssima da LiFFA.

Quem joga?

Tentando elevar a tradição americana de criar vários atrativos em torno do jogo, temos que prestar atenção em tudo, inclusive nas equipes que vão duelar.

Esse será o primeiro jogo entre Falcons e Yetis na história. Mas é certeza: são duas organizações vitoriosas, dentro e fora de campo. Entenda:

Começando pelo time da casa, eles foram vice-campeões em 2015, semifinalistas em 2014 - perdendo para o campeão - e possuem uma das melhores organizações, desde seu inteligentíssimo técnico Marcelo Arantes, até ações como esta do Raulino, que não é para qualquer um!

O Nova Friburgo Yetis foi campeão em 2013, semifinalista em 2014 e o pioneiro da categoria Full-Pads em 2015, sendo campeão do desafio Rio-Minas, onde derrotou o Get Eagles - equipe campeã da "Libertadores do Futebol Americano". Um de seus principais técnicos é o coordenador defensivo, Bernardo Scofano, um crânio do segmento. Fora de campo, a equipe realiza ações que estreitam seus laços com a cidade, como almoços na APAE e caminhadas com a associação.

Do que serve o amistoso?

Quando se realiza a transição do No Pads para o Full-Pads, ou seja, sem equipamento para com equipamentos, muitas coisas mudam. Desde a forma de lançar até a forma em que se derruba o adversário. Por isso, muitos atletas mudam de posição. E essa alteração na forma de jogar não é instantânea, requer treinamento e tempo!

Mais que isso, a partir de julho começa a Liga Fluminense de Futebol Americano em sua primeira edição totalmente equipada e esses dois clubes fazem parte da busca do título. Acertar detalhes, testar o livro de jogadas e novos atletas é uma nuance desse tipo de evento, mas que terá emoção garantida.

Raulino, meu ninho?

Bem, quem não quer o Estádio Raulino de Oliveira como casa? No futebol, Flamengo, Botafogo e Fluminense querem e estão usando frequentemente o local. Mas a prefeitura gostou do que o Volta Redonda Falcons fez na final da LiFFA e abriu as portas para a equipe novamente.

Por causa da entrega do Maracanã e do Engenhão ao Comitê Olímpico Brasileiro, a agenda de VR está cheia, mas encontraram um espaço para os Falcons. No futuro, com os cariocas voltando para suas casas, o estádio pode ser sim o palco de mais jogos de futebol americano.

Virando tradição
Em dezembro foi o Raulino, em maio foi o Moacyrzão no duelo entre Macaé Oilers e Flamengo FA, agora, novamente, o Raulino. O interior selou os dois maiores palcos com o futebol americano. Se grandes estádios como o Beira-Rio, Arena Pantanal, entre outros, estão recebendo o nosso esporte, o céu é o limite.